Dr. Ibargüengoytía estuda os efeitos das perturbações crónicas e agudas em populações de répteis. É Biologa e Investigadora Principal do CONICET, com mais de 85 publicações de prestígio, incluindo Ciência e Evolução, 5 capítulos de livros especializados em estudos relacionados com ecofisiologia, fisiologia térmica e reprodução aplicadas a estudos de vulnerabilidade às alterações climáticas. 

É também professora de anatomia humana e fisiologia e histologia animal na Universidade de Comahue, lidera o grupo de investigação Ecofisiologia e história de vida dos répteis no INIBIOMA-COMAHUE-CONICET.

 

 

Partilha